segunda-feira, 9 de abril de 2012

Pingos nos Ís


Se o prédio nunca esteve
ca
in
d
o
a essa altura pouco importa!

Que se dane o delegado,
a (M)en(i)na que te usou
para trair o ex-namorado,
e o pequenino recado.

Já nada mais faz questão.
Nada há de voltar atrás
por quem me quis por perto,
e me quis por longe,
e ainda volta dizendo
inverdades sobre o amor
a quem
n(e)m
q(u)er
saber.

Que possa, enfim, desacreditar
e ir se retirando
de tudo o que não mais lhe convém.
Que agora tem quem, na cidade, vê o mar
e pensa que escrevo bem.

0 Comentários:

Postar um comentário

« »