sábado, 21 de abril de 2012

Oração


...e cuida de minhas palavras para que nunca tenham o poder de ferir os outros propositalmente, Deus, porque Você me ensinou que felicidade é quando a gente dorme sabendo que não fez mal a ninguém.

quinta-feira, 12 de abril de 2012

Súplica

Eu queria poder desaparecer! Ou queria ir até à janela da sua casa para falar que odeio não conseguir te odiar nenhum milímetro, olhando daqui. E tudo isso devido a essa minha mania de te isentar de toda culpa e de pensar que você é parte da minha vida que faz o mundo girar mais bonito - e que mesmo que você o tornasse feio, antes tê-lo assim do que não tê-lo. Sim, eu preciso ficar com você. Eu digo com toda a verdade que sei: eu preciso! Se isso fosse questão de escolha, eu te escolheria, pois você é meu único pedido para Deus hoje (ou daqui um século).

segunda-feira, 9 de abril de 2012

Pingos nos Ís


Se o prédio nunca esteve
ca
in
d
o
a essa altura pouco importa!

Que se dane o delegado,
a (M)en(i)na que te usou
para trair o ex-namorado,
e o pequenino recado.

Já nada mais faz questão.
Nada há de voltar atrás
por quem me quis por perto,
e me quis por longe,
e ainda volta dizendo
inverdades sobre o amor
a quem
n(e)m
q(u)er
saber.

Que possa, enfim, desacreditar
e ir se retirando
de tudo o que não mais lhe convém.
Que agora tem quem, na cidade, vê o mar
e pensa que escrevo bem.

terça-feira, 3 de abril de 2012

Canção Oculta


Vive criando
paren(tese)s
e se encontra numa rima:
uma neblina
(me)n ina
que não se deixa ver.


« »