terça-feira, 10 de janeiro de 2012

Quem entende? Eu entendo.

Está escuro aqui e tenho medo de o que será de mim, pois eu nunca pensei que algo que nem começou pudesse me fazer chorar. E não somente por isso, mas pela conspiração do mundo, chorei durante duas semanas inteirinhas, também. E foi tanto que hoje quase não me perdoo por perder a sanidade todas as vezes que ninguém nos entende. Ninguém entende que você, menino, é o conjunto de todas as coisas que eu tanto quis na vida - eu só não sabia disso até agora. O conjunto de todas as coisas que o mundo insiste em tentar fazer com que eu me esqueça. . .


0 Comentários:

Postar um comentário

« »