segunda-feira, 13 de junho de 2011

Palavras Adentro ou Texto de Despedida


Eu nunca soube mesmo escrever e até havia prometido que não, não iria mais nem tentar. Um amor quis invadir o meu caminho e aí eu desaprendi das palavras escritas, desaprendi de enumerar o que não suporto. Esperei tudo perder o sentido e hoje estou tentando escrever somente para lembrar (-me) que estou vivendo uma história por dentro. Eu nunca quis ficar contando mil palavras e, ainda assim, continuar sempre sozinha. Só hoje eu sei disso. Descobri que, o que é de verdade verdadeira, só vem quando existe o silêncio.

0 Comentários:

Postar um comentário

« »