quinta-feira, 9 de junho de 2011

Hoje fui lá ver a Vó


Ela sempre vem me contar que está muito difícil viver dentro dela, por isso ainda chora quando sente passar um vento velho e frio, metido num mês de junho. Conta que esse choro vem porque ela não sabe mais tocar a música de saudade que existia no coração. Então eu a limpo dos galhos secos que o vento derruba, mas depois me afasto pra deixá-la viver. E o que é a vida se não essa coisa de querer de volta o que já se foi? Estranho seria se eu, a essa altura, quisesse livrá-la de ser assim. Ainda mais por ousar viver enquanto faz tanto, tanto frio.

0 Comentários:

Postar um comentário

« »