sexta-feira, 4 de fevereiro de 2011

Mais de Mil Quilômetros III


J.,

eu não já não tenho dessa de me importar, mas estou fazendo por onde. Para que você tenha alguns motivos para chegar aos pontos finais e deixar que eu faça qualquer coisa. E tudo isso, porque eu não entendo mais o porquê de eu me querer junto de ti e longe de tudo que eu acreditava que mais amava no mundo. É que, com ou sem você, eu me sinto sozinha e sempre tem essa de nada-me-completa-nunca. Dizer que eu vou tentar não mais pensar soa até redundante, quando sei que outrora vou perder os pensamentos ao lembrar-me de ti estendendo qualquer desculpa e refletindo em minha íris violeta.


(15 de novembro de 2010).

1 Comentários:

  1. Até parece uma carta que meu subconsciente escreveu para um certo alguém.

    ResponderExcluir

« »