terça-feira, 3 de agosto de 2010

Pedidos


Eu nunca peço, a ninguém, favor algum, mas é que hoje, queria eu conseguir entender. Na verdade, queria eu não ter mais o que entender e conseguir esquecer. Então, moço, o favor que te peço agora, é que venha tirar-me de dentro de mim, pois foi onde caí na tentativa vã de esquecer-me. Queria eu parar de querer. Queria eu parar de te querer...

4 Comentários:

  1. entrei com uma certa preguiça e curiosidade, me encantei por completo e logo a preguiça se foi, ficou só o desejo de ler todos os posts. (:

    ResponderExcluir
  2. Bonito texto. Possui a beleza da angústia.

    ResponderExcluir
  3. vlw o texto




    seguindo
    retribue??


    http://blogdokissaj.blogspot.com/2010/08/5-tirinhas-do-dodo-ch-d-em-o-assalto.html

    ResponderExcluir

« »